quarta-feira, 19 de novembro de 2008

José Aurélio: Cataventos em Pôr-do-Sol






3 comentários:

Submarino Amarelo disse...

Assim de repente pensei que fosse uma reunião política. O Pedro Santana Lopes com os seus assessores preparando a campanha à Câmara da capital. Talvez um congresso de economistas neo-liberais após a crise. Ou uma reunião ministerial confrontada com duas realidades: a dos números e a do Primeiro-Ministro. Ou um Conselho de Estado,daqueles em que se interrompem férias pelos Açores e se assobia para o ar pela Madeira. Ou uma reunião de empresários que gritam "privatizem" quando há lucros e "nacionalizem" quando há prejuízos. Ou ...

Anónimo disse...

Uma lufada de ar fresco. Literalmente. E tanta falta que nos fazia com o pouco arejamento que por aí vai...

-Isabel X-

Margarida Araújo disse...

E vivam as nortadas atlânticas e vivam os cata-ventos do José Aurélio com formas extraordinárias: peixes-voadores, curvas concêntricas, hélices redopiantes, olhos, bichos dourados ao bater do sol.