segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Matematicamente...

Regresso daquele advérbio ao "futebolês": banalização da matemática para ocultar a falta de rigor e de soluções.

1 comentário:

Submarino Amarelo disse...

"Matematicamente" tem continuado presente no "futebolês" nacional. O autor, mais do que qualquer outro, deveria recordar-se das entrevistas e declarações dos treinadores (muitos) e jogadores do Benfica entre Janeiro e Junho dos últimos anos: "enquanto for matematicamente possível...".
Os órgãos de comunicação ligados aos encarnados ( RTP, Sic, TVI, Sport TV, Bola, Público, Expresso, Correio da Manhã, etc) costumam repetir estas afirmações ad nauseam (está outra vez na moda o latim, temos que o fazer chegar também ao futebol).
Refere-se certamente o autor apenas à Selecção e, efectivamente, aí já há algum tempo (mesmo anterior ao milagreiro de Caravaggio) que nos vínhamos classificando com naturalidade para os europeus e mundiais.
Mas jogámos bem e fomos infelizes na Dinamarca. Os mesmos seis milhões de treinadores da Selecção que criticaram duramente a inclusão de Liedson, reclamaram depois que ele entrou tarde no jogo, devia ter feito parte do 11 inicial... É o Futebol...