terça-feira, 27 de outubro de 2009

O sofrimento de Samantha

Vive no Haway com o marido e filhos. Recebeu nos últimos meses o assedio de dezenas de paparazzi e de meio milhar de telefonemas de jornalistas pedindo uma reacção aos acontecimentos.
Depois do calvário da violação e da consequente tramitação judicial aos 13 anos, eis que agora, aos 46, o passado irrompe no seu presente.
Claro que ela só pode pedir que a deixem em paz. Mas esse não é argumento a favor da não extradição do cineasta que está na origem do sofrimento. Ou é?

6 comentários:

Anónimo disse...

Os Guardiões da Moral e dos Bons Costumes, ou são hipócritas ?....ou são uns ignorantes...que é seguramente o mais provável...

Roman Polanski, terá seguramente, ao que dizem, dado uma volta na Samantha, e os outros?....

Pode, nalgum caso, a idade da "perversão sexual" ser ajustável à esperança de vida dos homens e mulheres?

Pode, nalgum caso, a moral vigente ser igualmente elástica, ao longo do dia?
Púdica em Prime Time....
Sensual na Novela.... e,
Erótica na hora de ir para a cama... e,
Sórdida para os que não tomam Hipnóticos...

Talvez Freud não tenha afinal explicado tudo....

Isto dos "Media", e das suas motivações... tem que se lhe diga....

Um Abraço

PSimões

Xico disse...

Também me parece que não, caro Dr. João Gonçalves. Mas, não tendo nada a ver, lembrei-me disto:
Conta-se que o rei D. Pedro, o justiceiro, numa das aldeias da nossa província encontrou uma mulher que tinha sido violada. O violador, arrependido, casara-se e vivia feliz com a mulher violada. O rei, contudo, não quis deixar de aplicar a justiça devida ao caso e mandou enforcar o violador, apesar dos protestos da mulher entretanto viúva.

Submarino Amarelo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Submarino Amarelo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João B. Serra disse...

Como é evidente, discutir com quem não consegue usar argumentos, pelo menos neste blogue, sem os travestir da mais pressurosa arrogância intelectual, obriga a um esforço redobrado de tolerância. Seja!
Gostaria de recordar que Polanski sempre se referiu ao episódio de há 33 anos como "violação consentida".

Xico disse...

Caro Dr. João Serra
Percebi agora que, em comentário anterior, o tratei por João Gonçalves.
Pelo facto peço-lhe desculpa. É o que acontece quando se pretende postar ao mesmo tempo que se assiste ao Crepúsculo na web, directamente do S. Carlos.
O meu mais sincero pedido de desculpa.