domingo, 21 de setembro de 2008

Voltar ao Porto

Reencontrar a cidade e as marcas que nela deixamos. Redescobrir as marcas que em mim ficaram.

[Praça Humberto Delgado, Dezembro de 2006]


3 comentários:

Anónimo disse...

Lembro esse olhar, no Porto claro, reflectido nas águas do Douro, de mansinho na Ribeira.
Lembro ainda a subida a pé até às cercanias do edificio da CMP, degustando o silêncio da noite invicta, e a generosa gastronomia portuense.Foi ontem....não foi hoje.....

Joao B. Serra disse...

Subi, desta vez, com o passo e a música de peão solitário. Elis Regina: como não sei rezar/ só queria mostrar/ meu olhar.

Anónimo disse...

Nunca é tarde para aprender a rezar, a olhar, a andar...
MV