quinta-feira, 16 de abril de 2009

Pelo poder das escolas

As primeiras eleições sindicais pós 25 de Abril tiveram como protagonistas os professores de todos os graus de ensino da Grande Lisboa (distritos de Lisboa, Santarém e Setúbal). Foram decididas num Plenário realizado em Maio no Estádio Universitário, depois de, na manifestação do 1º desse mês, os professores presentes se terem agrupado em torno de dois cartazes distintos: "por uma associação de professores" e "por um sindicato de professores".
Nessas eleições, efectuadas em Junho de 1974, apresentou-se uma lista intitulada "Pelo poder das escolas" que obteve 40% dos votos. O documento principal dessa candidaturas pode ser recuperado aqui "Uma evocação crítica desse movimento, da autoria de uma das militantes da altura, Eduarda Dionísio, pode ser consultado  aqui.
Eugénia Prata Pinheiro, outra das militantes da causa em 1974, tem um blogue, aqui já várias vezes citado, onde se reporta a leituras actuais deste tema "histórico".

1 comentário:

Submarino Amarelo disse...

Seguindo a sugestão do autor, visitei o blogue da Eugénia Prata Pinheiro onde li um bom texto sobre o Ministério da Educação que termina assim: "É a passividade da sociedade face a esta versão moderna de fascismo que me preocupa."
Recomendo sem reservas a sua leitura.