terça-feira, 21 de setembro de 2010

O ovo ou a galinha?

Manuel Maria Carrilho quer fazer passar a ideia de que foi afastado do lugar de embaixador junto da Unesco por motivos políticos. Não sei se pensa (não o disse) que a sua nomeação tinha tido motivos políticos. Provavelmente, um misto de razões - políticas e não políticas - presidiu à nomeação e, agora, à não nomeação. Porque afinal, a decisão de não renovar o mandato a um embaixador é uma decisão normal. Também me parece absolutamente normal nomear Luis Filipe Castro Mendes para a representação portuguesa junto da Unesco. Trata-se de um diplomata com uma larga experiência, governativa e em posto, e um intelectual com obra literária de mérito.
Parece que há um livro de Manuel Maria Carrilho que é hoje distribuído. A publicidade está feita (a coincidência temporal dos dois actos, substituição no cargo e publicação do livro, permite até manipular o argumento da prioridade.
Nas vésperas do centenário da República, a crítica à que temos é sempre oportuna. Um odor discreto a controvérsia serve que nem uma luva tanto a razões editoriais como a propósitos menos imediatos.

4 comentários:

Isabel X disse...

Quem aproveita oportunidades, quem age em momentos calculados por interesses próprios, pode ser classificado pelos adjectivos correspondentes.

No entanto, apresenta-se como vítima e, cúmulo do despudor, insinua ser perseguido político.

Vale tudo!

- Isabel X -

Méon, disse...

A partir de hoje sou "seguidor" deste blogue.
Porque me enriquece culturalmente e me conforta a leitura de textos que primam pela oportunidade, equilíbrio e rigor.
Continuação de bom trablaho, JBSerra!

João B. Serra disse...

Obrigado, Joaquim Duarte, pelas palavras de estímulo. Um abraço, desde Alpiarça e... daquela década que mudou as nossas vidas.

Chantre disse...

Coisa antiga; afinal o dito senhor também deixou de ganhar a câmara de Lisboa devido à perfídia de meia dúzia de boçais jornalistas estrategicamente colocados e a soldo de forças obscurantistas - cconspiração que, curiosamente, também suportou a edição de um livreco.
Sic transit...